Política

Apenas 4% das disciplinas de pesquisa em filosofia têm Marx como foco, aponta levantamento

A conclusão vai de encontro à tese de que há o chamado "marxismo cultural", cujo um dos maiores defensores é o autoproclamado filósofo e escritor Olavo de Carvalho

[Apenas 4% das disciplinas de pesquisa em filosofia têm Marx como foco, aponta levantamento]
Foto : Reprodução

Por Daniel Brito no dia 19 de Maio de 2019 ⋅ 19:00

Amplamente criticada pelo discurso ideológico do governo Bolsonaro, a presença de disciplinas sobre o pensador alemão Karl Marx nos programas de pós-graudação em Filosofia no Brasil é baixa. É o que mostra um levantamento feito pela Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia (Anpof).

De acordo com a entidade, apenas 4% de todas as matérias dos programas de mestrado e doutorado na área têm o Marx como tema ou referência. De 46 programas de pesquisa, 12 têm disciplinas que abordam Marx diretamente, ou 4% do total de 338 disciplinas.

A conclusão obtida pelo levantamento vai de encontro à tese de que há um avanço de ideias de marxistas e comunistas na sociedade: o chamado "marxismo cultural", cujo um dos maiores defensores é o autoproclamado filósofo e escritor Olavo de Carvalho, que exerce forte influência sobre o governo.

Notícias relacionadas