Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Moro diz que não gostou de Coaf ser transferido para Economia

Ministro da Justiça declarou, no entanto, que respeita decisão do Parlamento

[Moro diz que não gostou de Coaf ser transferido para Economia ]
Foto : José Cruz/Agência Brasil/ Fotos Públicas

Por Juliana Almirante no dia 23 de Maio de 2019 ⋅ 11:40

O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) declarou que respeita a decisão da Câmara dos Deputados de transferir o Conselho de Controle de Atividades e Administração Financeira (Coaf) para a pasta da Economia, mas admitiu que a medida não o agrada.

“Embora eu não tenha gostado evidentemente da decisão, respeitamos a decisão do Parlamento”, afirmou o ex-juiz federal, que foi à Recife (PT) participar de uma palestra com policiais civis.

Moro ainda acredita que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não deve vetar a Medida Provisória aprovada pela Casa. 

 “(Um veto) não seria viável porque a Medida Provisória modifica a legislação atual. Então, com a mudança da legislação, volta a vigorar a decisão anterior para o ministério da Economia. Mas não foi avaliada ainda essa possibilidade de veto”, disse o ministro.  

Ao ser questionado pelos jornalistas sobre quem falhou na articulação política do governo com o Parlamento, Moro se esquivou, ficou em silêncio e saiu em direção ao evento. 

Notícias relacionadas