Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Política

Moro diz que não gostou de Coaf ser transferido para Economia

Ministro da Justiça declarou, no entanto, que respeita decisão do Parlamento

Moro diz que não gostou de Coaf ser transferido para Economia

Foto: José Cruz/Agência Brasil/ Fotos Públicas

Por: Juliana Almirante no dia 23 de maio de 2019 às 11:40

O ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) declarou que respeita a decisão da Câmara dos Deputados de transferir o Conselho de Controle de Atividades e Administração Financeira (Coaf) para a pasta da Economia, mas admitiu que a medida não o agrada.

“Embora eu não tenha gostado evidentemente da decisão, respeitamos a decisão do Parlamento”, afirmou o ex-juiz federal, que foi à Recife (PT) participar de uma palestra com policiais civis.

Moro ainda acredita que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não deve vetar a Medida Provisória aprovada pela Casa. 

 “(Um veto) não seria viável porque a Medida Provisória modifica a legislação atual. Então, com a mudança da legislação, volta a vigorar a decisão anterior para o ministério da Economia. Mas não foi avaliada ainda essa possibilidade de veto”, disse o ministro.  

Ao ser questionado pelos jornalistas sobre quem falhou na articulação política do governo com o Parlamento, Moro se esquivou, ficou em silêncio e saiu em direção ao evento. 

Moro diz que não gostou de Coaf ser transferido para Economia - Metro 1