Política

Bolsonaro anuncia convocação de mais de mil policiais federais

Segundo o presidente, aprovados no concurso da Polícia Federal serão chamados "o mais rápido possível"

[Bolsonaro anuncia convocação de mais de mil policiais federais]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Maio de 2019 ⋅ 12:40

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, ontem (23), que autorizou o Ministério da Justiça a convocar 1.047 aprovados no concurso da Polícia Federal. “O ministro (Sergio) Moro trabalhou muito nessa proposta junto ao ministro da Economia Paulo Guedes e, hoje, assinei o decreto. A convocação será feita o mais rápido possível”, afirmou o presidente, em transmissão ao vivo nas redes sociais.

O decreto assinado pelo presidente especifica a distribuição de efetivo entre os 547 aprovados que não tiveram vagas previstas no concurso inicial, que previa apenas 500 convocados: 169 delegados de polícia; 229 agentes de Polícia Federal; 68 escrivães; 17 papiloscopistas e 64 peritos criminais federais.

A convocação do contingente é uma reivindicação da categoria para reduzir um déficit de mais de 4 mil policiais em todo Brasil. Para a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SINDPF-SP) e diretora regional da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Tania Prado, o anúncio é um importante passo para fortalecer a instituição.

A Polícia Federal tem hoje o menor efetivo desde 2008, segundo dados da instituição. Para operar com o quadro completo, a instituição ainda precisa contratar 675 delegados, 127 peritos criminais, 2.414 agentes de polícia, 965 escrivães e 129 papiloscopistas.

Notícias relacionadas