Política

Otto e Coronel votaram para manter Coaf com Moro; Wagner foi contra

A aprovação ocorreu após apelos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que chegou a enviar carta para convencer os senadores a aprovar a proposta

[Otto e Coronel votaram para manter Coaf com Moro; Wagner foi contra]
Foto : Sandra Travassos/ALBA

Por Alexandre Galvão no dia 29 de Maio de 2019 ⋅ 07:04

Os senadores baianos Otto Alencar e Angelo Coronel (ambos do PSD), votaram por manter o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) com o Ministério da Justiça, Sérgio Moro. Majoritariamente, porém, o Senado decidiu que o órgão deve voltar para a pasta da Economia, chefiada por Paulo Guedes. 

Também senador pela Bahia, Jaques Wagner votou para que o Coaf fique com a Economia. A aprovação ocorreu após apelos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que chegou a enviar carta para convencer os senadores a aprovar a proposta. O presidente temia o risco de a MP inteira expirar, invalidando a redução de 29 para 22 ministérios implantada no começo do mandato. A medida provisória já havia sido aprovada na Câmara na semana passada.

Notícias relacionadas