Política

ACM Neto sobre sucessor: ‘Se eu coloco alguém e faz um trabalho ruim, eu me lasco’

Sobre outros nomes, como o do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e do presidente da Câmara Municipal de Salvador, Neto disse que só ficaria chateado caso quisessem “apagar” a história

[ACM Neto sobre sucessor: ‘Se eu coloco alguém e faz um trabalho ruim, eu me lasco’]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Alexandre Galvão / Matheus Simoni no dia 03 de Junho de 2019 ⋅ 19:20

Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) anunciou que quer ser candidato em 2022. Ele deixa a prefeitura em 2020 e pensa em fazer um sucessor bom “para não me lascar”. “Meu candidato tem que ter capacidade de continuar o meu trabalho. Se não eu vou me lascar lá na frente. Em 2022 eu vou ser candidato a alguma coisa. Não é a única hipótese [ ser governador], mas não está na hora de falar disso. Se eu colocar alguém e esse alguém faz um trabalho ruim, eu me lasco”, afirmou, em entrevista ao Jornal da Cidade IIª Edição, com José Eduardo. 

O prefeito voltou a repetir que o vice-prefeito, Bruno Reis (DEM), estaria hoje na frente para disputar o Palácio Thomé de Souza. “ Hoje sim. Ele está construindo um caminho que está levando o seu candidato de seu grupo. Não tenho como descartar ninguém, são pessoas que tenho amizade e boa relação”, afirmou. 

Sobre outros nomes, como o do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e do presidente da Câmara Municipal de Salvador, Neto disse que só ficaria chateado caso quisessem “apagar” a história. 

“Guilherme veio para a vida pública e se tornou personagem graças a mim. Em 2012, ele sequer tinha votado em mim e eu chamei ele para vir. Ocupou três secretarias importantes em cinco anos. Está fazendo uma baita gestão. A única coisa que me decepcionaria seria apagar o que disse ou reescrever a história. Guilherme pode ser candidato por outro partido”, asseverou.

Notícias relacionadas