Política

MPF denuncia Romero Jucá e Sérgio Machado por esquema de corrupção

Parlamentar teria recebido pagamentos ilícitos em 2010, da ordem de R$ 1 milhão

[MPF denuncia Romero Jucá e Sérgio Machado por esquema de corrupção]
Foto : Pedro França/Agência Senado

Por Matheus Simoni no dia 04 de Junho de 2019 ⋅ 09:07

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-senador Romero Jucá (MDB-RR) e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, por envolvimento em um esquema de corrupção na empresa Transpetro. Segundo procuradores, o parlamentar teria recebido pagamentos ilícitos em 2010, da ordem de R$ 1 milhão. De acordo com o MPF, os esquemas ilícitos geraram pagamentos ao ex-senador em quatro contratos e sete aditivos celebrados entre a Galvão Engenharia e a Transpetro.

Procuradores apontam Sérgio Machado como indicado e mantido no cargo por Romero Jucá e integrantes do MDB – tinha a função de arrecadar propinas para os padrinhos políticos. Além disso, Sérgio Machado garantia a continuidade dos contratos e a emissão de futuros convites para licitações às empreiteiras, conforme o MPF.

"Com o aprofundamento das investigações, desvelou-se a existência de um gigantesco esquema criminoso voltado para a prática de crimes contra a Petrobras", afirmaram os procuradores.

Notícias relacionadas