Política

Justiça liberta amigo de Ronnie Lessa que tinha peças de 117 fuzis em casa

Em depoimento à polícia, Lessa admitiu que o armamento era de sua propriedade e que Alexandre Motta de Souza apenas guardou as peças em sua casa

[Justiça liberta amigo de Ronnie Lessa que tinha peças de 117 fuzis em casa]
Foto : Divulgação

Por Juliana Rodrigues no dia 07 de Junho de 2019 ⋅ 08:40

A Justiça do Rio revogou ontem (6) a prisão preventiva de Alexandre Motta de Souza, amigo do sargento Ronnie Lessa, denunciado como um dos autores da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Durante operação realizada em 12 de março deste ano, a polícia encontrou na casa de Alexandre 117 peças de fuzil, que estavam incompletas, sem o gatilho e o cano. Em depoimento à polícia, Lessa admitiu que o armamento era de sua propriedade e que Alexandre apenas guardou as peças em sua casa.

Na decisão em que concedeu a liberdade provisória, a juíza da 40ª Vara Criminal do Rio, Alessandra Bilac, acolheu o parecer favorável do Ministério Público após ouvir as informações dos policiais que participaram da prisão e o depoimento dos réus. Os policiais disseram que Alexandre apontou o local onde as caixas lacradas estavam guardadas e demonstrou surpresa e desespero com o que havia dentro delas.

Após revogar a prisão de Alexandre e determinar a expedição do alvará de soltura, a juíza concedeu prazo de 10 dias para os advogados dos acusados juntarem documentos.

Notícias relacionadas

[Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA]
Política

Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA

Por Juliana Almirante no dia 23 de Outubro de 2019 ⋅ 07:40 em Política

No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha sido o fator determinante para a decisão