Política

Após ‘Vaza Jato’, Ciro diz que Moro não tem condições de continuar ministro 

Para Gomes, os vazamentos das conversas foram feitos pelo serviço de inteligência de outros países

[Após ‘Vaza Jato’, Ciro diz que Moro não tem condições de continuar ministro ]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 11 de Junho de 2019 ⋅ 10:35

Vice-presidente do PDT e ex-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes disse que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, não tem mais condições de permanecer no cargo. A avaliação foi feita após revelação de parte do conteúdo vazado das conversas entre o então juiz Moro e membros do Ministério Público que atuam na Lava Jato. 

“Não vejo como ele vai continuar sendo ministro. Como é que ele vai investigar abuso de autoridade, prevaricação, formação de quadrilha. Quem vai investigar isso? A Polícia Federal que está sob o comando dele”, apontou, em palestra ontem (10). 

Para Gomes, os vazamentos das conversas foram feitos pelo serviço de inteligência de outros países. “Tenho certeza que foi algum país estrangeiro. O arquivo tem mais de 1700 páginas. Só publicaram 1% do processo”, contou. 

Ele criticou ainda Sérgio Moro. Para Ciro Gomes, ele é “uma anta”. “Vaidoso, pouco estudioso. O que ele fez foi espalhar nulidades para um povo que está cansado […]. Isso é lá juiz? Isso é político”, asseverou.

Notícias relacionadas