Política

Defensor da tomada de três pinos, petista ganha cargo no Inmetro 

Em postagens em redes sociais, Gustavo Kuster aparece em campanha para Fernando Haddad (PT), que perdeu a eleição presidencial

[Defensor da tomada de três pinos, petista ganha cargo no Inmetro ]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Junho de 2019 ⋅ 10:20

A presidente do Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Ângela Flores, nomeou para a diretoria de Avaliação da Conformidade Gustavo Kuster. Ele foi um dos responsáveis pela adoção da tomada de três pinos durante governo do PT, quando também atuava no Inmetro. 

O padrão de três pinos foi defendido, à época, por Kuster. Hoje, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tenta acabar com a medida. “Hoje em dia, nós temos de oito a 12 plugues diferentes no país. Isto é uma verdadeira bagunça”, afirmou Gustavo Kuster, em 2007, ao criticar a falta de padronização. 

Ontem (20), publicação da Época apontou que o governo pretende mesmo terminar com o padrão de três pinos. O assunto voltou à pauta no Planalto após a divulgação recente dos resultados econômicos brasileiros. Com números abaixo do esperado, o Governo entende que este seria um bom momento para revogar o uso compulsório da tomada de três pinos. “A sociedade brasileira, com toda legitimidade rejeitou a tomada de três pinos”, afirmou o secretário especial de Produtividade e Competitividade, Carlos Alexandre da Costa.

Além disso, em postagens em redes sociais, Kuster aparece em campanha para Fernando Haddad (PT), que perdeu a eleição presidencial. “O meu voto será no Haddad. Dentre as opções de escolha que tenho, acredito ser ele o que melhor apresenta esse desejo coletivo. Acredito ser dele o discurso mais tolerante, agregador e alinhado com o estado de bem estar social", escreveu.

Notícias relacionadas