Política

Assessor especial do ministro do Turismo é preso em caso dos laranjas do PSL

Mateus é considerado um braço-direito de Álvaro Antonio, ministro do governo Jair Bolsonaro

[Assessor especial do ministro do Turismo é preso em caso dos laranjas do PSL]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 27 de Junho de 2019 ⋅ 08:11

A Polícia Federal deflagrou hoje (27), em Brasília e em Minas Gerais, uma operação contra um assessor especial e dois ex-assessores do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

A ação é um desdobramento da investigação sobre candidaturas de "laranjas" do PSL na eleição do ano passado.

Há mandados em andamento de prisão e busca e apreensão, autorizados pela Justiça de Minas Gerais.

Os policiais federais já prenderam o assessor especial do ministro, Mateus Von Rondon Martins, na capital federal, em um imóvel localizado no complexo de apartamentos às margens do Lago Paranoá.

Mateus é considerado um braço-direito de Álvaro Antonio.

Segundo a apuração da Folha, Álvaro Antônio, reeleito deputado federal em Minas, patrocinou um suposto esquema de candidaturas de fachada no estado, que direcionou verbas públicas de campanha a empresas ligadas a gabinete dele na Câmara. ​

Notícias relacionadas