Política

Após dizer que não quer 'submeter filho ao fracasso', Bolsonaro nega recuo

Presidente disse ainda que Eduardo “está estudando, se preparando” e que a indicação será formalizada quando o filho avaliar que é o “timing” correto

[Após dizer que não quer 'submeter filho ao fracasso', Bolsonaro nega recuo ]
Foto : Arthur Max/MRE

Por Juliana Almirante no dia 21 de Agosto de 2019 ⋅ 12:20

Após admitir que pode desistir da indicação do filho, Eduardo Bolsonaro, à embaixada do Brasil nos EUA, o presidente Jair Bolsonaro negou hoje (21), em entrevista à imprensa, que irá voltar atrás da decisão de levar o nome do deputado federal para ser apreciado pelo Senado.

Ele confirmou que a indicação “vai ser apresentada no Senado” e afirmou que “não tem recuo”, de acordo com BR Político.

Ontem (20), o presidente deu sinais de que poderia reverter a indicação e declarou não queria expor o filho a um possível “fracasso”. 

Hoje, Bolsonaro disse ainda que Eduardo “está estudando, se preparando” e a indicação será formalizada quando Eduardo avaliar que é o “timing” correto.

Ele apontou, no entanto, que a indicação pode ser feita após a semana da Pátria, em setembro. 

Levantamento do Estadão apontou que 29 senadores resistem à indicação de Eduardo para o posto de embaixador em Washington.  Apenas 15 disseram ser a favor e outros 36 não quiseram responder ou se colocaram como indecisos.

Notícias relacionadas