Política

Após pressão, Senado desiste de afrouxar regras eleitorais

Apenas regras sobre fundo eleitoral serão aprovadas

[Após pressão, Senado desiste de afrouxar regras eleitorais]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 18:03

Após pressão, o Senado recuou e desistiu de votar o afrouxamento das regras eleitorais. O relator do projeto, Weverton Rocha (PDT), e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), anunciaram no fim da tarde de hoje que apenas as regras sobre fundo eleitoral serão aprovadas, e as demais alterações serão rejeitadas.

O projeto, aprovado este mês pela Câmara, altera normas eleitorais e partidárias, aumentando brechas para caixa dois, diminuindo a possibilidade de punição por irregularidades e reduzindo o poder de mecanismos de controle no uso de verbas públicas eleitorais. O projeto terá que retornar à Câmara e deve ser votado lá amanhã (18), para que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) possa sancioná-lo antes de 4 de outubro, o que torna a regra válida para a eleição de 2020.

Notícias relacionadas