Política

Senado questionará no STF ação da PF no gabinete de líder do governo, diz Alcolumbre

Segundo o presidente da Casa, questionamento se baseia em decisão do STF que restringiu o foro privilegiado a crimes cometidos no exercício do mandato

[Senado questionará no STF ação da PF no gabinete de líder do governo, diz Alcolumbre]
Foto : Marcos Oliveira/Agência Senado

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 09:20

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou ontem (19) que a Casa questionará no Supremo Tribunal Federal (STF) a operação da Polícia Federal no gabinete do líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Segundo Alcolumbre, o questionamento se baseia na decisão do STF de 2018 que restringiu o foro privilegiado de deputados e de senadores a crimes cometidos no exercício do mandato.

"Se há o entendimento majoritário dentro do Supremo que matérias que dizem respeito a outras instâncias devem ficar nas outras instâncias, por que nesse caso concreto, se o próprio ministro que deu decisão foi o que lá atrás constituiu maioria em relação à separação do foro? Além disso, tem outros questionamentos. Uma operação de 7 anos, para entrar no gabinete do líder do governo no Senado, levaram computadores documentos do gabinete sete anos depois? Um mandado de busca e apreensão? Então, o Senado vai se posicionar enquanto instituição", disse, durante evento em Brasília.

Alcolumbre disse, ainda, que confia em todas as pessoas até a condenação transitada em julgado, ou seja, quando não cabem mais recursos. Ele avalia que uma operação da PF com essas características é a "diminuição do Senado Federal".

Notícias relacionadas