Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Joice Hasselmann usa recurso público de gabinete da Câmara em guerra digital

Empresa EG Consult recebe R$ 2,5 mil mensais para, entre outras tarefas, administrar um grupo de WhatsApp em que a deputada rebate acusações de traição e critica adversários

[Joice Hasselmann usa recurso público de gabinete da Câmara em guerra digital]
Foto : Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Outubro de 2019 ⋅ 12:20

A deputada federal e ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP) usa dinheiro de sua cota parlamentar para pagar uma empresa que gerencia suas redes sociais, usadas como armas na guerra digital que trava com os filhos do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a Folha, a EG Consult, sediada no Rio de Janeiro, recebe R$ 2.500 mensais da verba pública para, entre outras tarefas, administrar um grupo de WhatsApp em que a deputada rebate acusações de traição e critica adversários. O serviço não aparece discriminado nas notas fiscais emitidas até o mês passado pela empresa para receber o dinheiro da cota da deputada.

As notas citam "geração de materiais de ordem gráfica e multimídia, gerenciamento, atendimento e suporte aos usuários das plataformas de comunicação utilizadas pela deputada federal", e mencionam Facebook, Instagram, YouTube e Twitter.

Em entrevista ao programa Roda Viva, na TV Cultura, Joice chegou a denunciar o uso de uma estrutura sediada no Palácio do Planalto para coordenar "milícias digitais" usadas contra desafetos do governo. Ela diz que essa rede, que passou a tê-la como alvo e seria chefiada pelos filhos de Bolsonaro, teria 20 perfis no Instagram alimentando uma rede de cerca de 1.500 páginas.

Notícias relacionadas