Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

PGR diz que Bolsonaro pode bloquear internautas no Twitter

Aras afirma que conta é pessoal, e não da administração pública

[PGR diz que Bolsonaro pode bloquear internautas no Twitter]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 06 de Novembro de 2019 ⋅ 18:21

O procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu a postura do presidente Jair Bolsonaro em bloquear usuários de acessarem sua conta no Twitter. O parecer ocorreu em ação apresentada pela deputada Natália Bonavides (PT) no Supremo Tribunal Federal, que se queixou que o presidente a impediu de acessar a conta.

A deputada foi bloqueada após criticá-lo na rede social e, como integrante do Parlamento, tem a prerrogativa de fiscalizar e acompanhar os atos do Executivo. Ela não considera a conta do presidente da República de natureza pessoal, pois é usada para divulgar atos do governo, mas tanto Bolsonaro quanto Aras discordam. O relator do processo, Alexandre de Moraes, ainda não tomou uma decisão.

Notícias relacionadas