Política

MEC esvaziado indica saída de Weintraub do cargo em 2020

Ministro inicia amanhã um período de férias; principal assessora de Weintraub foi exonerada hoje

[MEC esvaziado indica saída de Weintraub do cargo em 2020]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 12 de Dezembro de 2019 ⋅ 11:41

Com as exonerações de nomes importantes do Ministério da Educação (MEC) nos últimos dias, há indícios de que o ministro Abraham Weintraub vai sair do cargo, segundo informações do Estadão. O próprio Weintraub inicia amanhã (13) um período de férias, emendando com os recessos, e muitos acreditam que ele não volta ao posto em 2020. Hoje (12), sua principal assessora, a jornalista Priscila Costa e Silva, foi exonerada.

Outro integrante da pasta que não está mais dando expediente é o presidente do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (Inep), Alexandre Lopes. Desde a semana passada, ele está sendo substituído em eventos e coletivas por Camilo Mussi, diretor de tratamento e disseminação de informações educacionais do Inep. As informações são de que Lopes também vai emendar férias e recesso de fim de ano.

Na semana passada, dois coordenadores da área de Alfabetização do MEC, Renan Sargiani e Josiane Toledo Silva, também deixaram o ministério.

Fontes afirmam que Weintraub é malvisto tanto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, quanto pelo secretário-geral da Presidência, Jorge Antonio de Oliveira Francisco, que avaliam que suas polêmicas são desnecessárias e prejudicam o governo. O ministro também não tem apoio dentro da área educacional.

Notícias relacionadas

['Livre' do DEM, Prates já vitamina chapa proporcional do PDT]
Política

'Livre' do DEM, Prates já vitamina chapa proporcional do PDT

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2020 ⋅ 15:50 em Política

O auxiliar de Neto já levou 15 nomes "de peso eleitoral" para o partido. Prates tenta ainda puxar o presidente do Sindicato de Motoristas por Aplicativos da Bahia (Simact...