Política

Damares deixa reunião da ONU em protesto a chanceler venezuelano

Questionada sobre o motivo do abandono da sala, a ministra respondeu: "você acha que temos de ouvir essa pessoa? Nunca"

[Damares deixa reunião da ONU em protesto a chanceler venezuelano]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 25 de Fevereiro de 2020 ⋅ 13:30

A ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, deixou a sala da Organização das Nações Unidas (ONU) ontem (24) em protesto contra o regime de Nicolas Maduro.

De acordo com a coluna de Jamil Chade, do portal UOL, o ato foi calculado e é raro na diplomacia internacional.

Quando o chanceler venezuelano Jorge Arreaza começou a discursar na ONU, Damares se levantou do assento destinado ao Brasil. A delegação do Itamaraty também saiu do local em protesto.

Questionada sobre o motivo do abandono da sala, a ministra respondeu: "você acha que temos de ouvir essa pessoa? Nunca".

Em discurso ontem, Damares já havia atacado o governo de Maduro e destacou as violações de direitos humanos. O Brasil não reconhece o governo de Nicolas Maduro e apoia Juan Guaidó.

Notícias relacionadas