Domingo, 25 de julho de 2021

Política

Moro pede demissão após interferência de Bolsonaro na PF; presidente tenta reverter

Após a iniciativa do ex-juiz de deixar o ministério da Justiça, Bolsonaro tenta reverter a decisão

Moro pede demissão após interferência de Bolsonaro na PF; presidente tenta reverter

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por: Matheus Simoni no dia 23 de abril de 2020 às 14:45

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, pediu demissão do governo de Jair Bolsonaro após o presidente anunciar a iniciativa de trocar a diretoria-geral da Polícia Federal, hoje ocupada por Maurício Valeixo. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo.

Após a iniciativa do ex-juiz de deixar o ministério, Bolsonaro tenta reverter a decisão. O motivo é o cargo de Valeixo, que é considerado homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato. Desde o ano passado, Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF. O presidente quer ter controle sobre a atuação da polícia.

De acordo com a coluna Radar, da Revista Veja, o diretor-geral da PF ainda não foi avisado oficialmente sobre a sua saída. Ele foi comunicado de que o presidente Jair Bolsonaro anunciou que ele será trocado e que aguardasse novas informações sobre como proceder. A nova ofensiva pela saída do Valeixo do posto máximo da PF coincide com o momento em que há uma aproximação do presidente com alguns políticos do centrão, alvos de investigações dentro da Polícia Federal.

A Folha informa que o presidente Jair Bolsonaro tenta reverter o quadro. Os ministros Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) foram escalados para convencer o ministro a recuar da decisão. Se Valeixo sair, Moro sairá junto, segundo aliados do ministro.

 

Moro pede demissão após interferência de Bolsonaro na PF; presidente tenta reverter - Metro 1