Política

Covid-19: PGR mira gestão Doria e outros sete governadores por irregularidades

Avaliação preliminar sobre cada acusação contra as gestões estaduais já foi feita pela PGR, que está encaminhando ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido investigação

[Covid-19: PGR mira gestão Doria e outros sete governadores por irregularidades]
Foto : Governo de SP

Por Matheus Simoni no dia 27 de Maio de 2020 ⋅ 11:24

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apura suspeitas de irregularidades em contratos firmados por oito governadores do país durante a crise do novo coronavírus. De acordo com a colunista do jornal Folha de S. Paulo Mônica Bergamo, estão sendo investigadas as gestões de João Doria (PSDB-SP), Wilson Miranda Lima (PSC-AM), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevedo (PSB-PB) e Wilson Witzel (PSC-RJ). Outros três governadores estão sendo investigados, mas eles não tiveram os nomes revelados. 

A avaliação preliminar sobre cada acusação contra as gestões estaduais já foi feita pela PGR, que está encaminhando ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido de autorização para a abertura de inquérito. Alguns requerimentos já estão no tribunal, segundo a colunista. Somente após autorização da corte a investigação pode ser iniciada, já que governadores têm prerrogativa de foro. As investigações mais avançadas seriam as dos estados do Rio de Janeiro e do Pará. 

Na terça-feira (26), uma operação de busca e apreensão na residência oficial do governador Witzel e da primeira-dama do Rio, Helena Witzel, foi autorizada pelo STJ. O governador nega qualquer envolvimento em irregularidades e diz que sofre retaliações por ser oposição a Jair Bolsonaro. 

Notícias relacionadas