Política

Bolsonaro aponta liberação de praias e prega desobediência às medidas de isolamento

Segundo o presidente, quem for pego desobedecendo decretos estaduais e municipais por frequentar as praias poderá utilizar decisão da AGU para se defender

[Bolsonaro aponta liberação de praias e prega desobediência às medidas de isolamento]
Foto : Alan Santos/PR

Por Matheus Simoni no dia 05 de Junho de 2020 ⋅ 11:00

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) afirmou que a Advocacia Geral da União (AGU) deve emitir um parecer favorável ao retorno das pessoas às praias, cujo acesso está fechado por causa da pandemia de Covid-19. O acesso foi barrado por força dos decretos municipais e estaduais, determinados por prefeitos e governadores.

Segundo o presidente, quem for pego desobedecendo decretos estaduais e municipais por frequentar as praias poderá utilizar este documento para se defender.

"Se você for multado nos próximos dias por ir para a praia, você já sabe que poderá alegar que o governo federal deu parecer favorável, mas aí vai depender do juiz", disse o presidente, em live transmitida nas redes sociais ontem (4). Em Salvador, as praias foram interditadas em março como medida de contenção do avanço do coronavírus. 

Notícias relacionadas