Política

PGR denuncia por corrupção deputado Arthur Lira, um dos líderes do 'Centrão'

Parlamentar teria recebido R$ 1,6 milhão em propina da Queiroz Galvão

[PGR denuncia por corrupção deputado Arthur Lira, um dos líderes do 'Centrão' ]
Foto : Lúcio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados

Por Lara Curcino no dia 06 de Junho de 2020 ⋅ 10:00

A Procuradoria-Geral da República denunciou ontem (5) ao Supremo Tribunal Federal (STF), por corrupção, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), um dos principais líderes do chamado "Centrão", bloco informal com cerca de 200 parlamentares, que passou a integrar a base do governo de Jair Bolsonaro na Câmara.

Lira é acusado de corrupção passiva, em investigação no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com as apurações, o deputado teria recebido R$ 1,6 milhão em propina da empreiteira Queiroz Galvão. Relatório entregue pela PGR aponta que a quantia foi um pagamento pelo apoio do PP à permanência na diretoria da Petrobras de Paulo Roberto Costa, um dos primeiros presos pela Lava Jato, em março de 2014.

Cabe agora ao Supremo decidir se cai receber a denúncia feita pelo Ministério Público Federal. Caso aceite, uma ação penal será aberta e o deputado passará à condição de réu.

Notícias relacionadas