Política

ACM Neto chama de crime governo postergar divulgação de boletim: ‘É brincar com vida humana’

Prefeito de Salvador diz que adiamento atrapalha até a operação do combate ao coronavírus na capital baiana

[ACM Neto chama de crime governo postergar divulgação de boletim: ‘É brincar com vida humana’]
Foto : Max Haack/Secom PMS

Por João Brandão no dia 08 de Junho de 2020 ⋅ 11:41

O prefeito de Salvador, ACM Neto, chamou de crime, durante uma live hoje (8), a decisão do governo federal de postergar a divulgação do boletim atualizado da situação do coronavírus no Brasil. 

De acordo Neto, o adiamento atrapalha até a operação na capital baiana. “É um absurdo que o Brasil, registrando quase 1.500 mortes por dia, esteja discutindo a divulgação de casos. Exemplo concreto de como isso atrapalha e muito: faço toda noite reunião com 33 pessoas da linha de frente da operação em Salvador, com início normalmente às 20h. É uma reunião longa, densa e começa pela análise de casos do coronavírus no país. É o ponto de partida”, afirmou.

Para o também presidente nacional do DEM, a medida é um “crime inaceitável”. “Espero que o Ministério da Saúde reveja sua posição. E o pior é querer dizer que é para que os telejornais não reproduzam os números. Isso é brincar com a vida humana, brincar com coisa seríssima. É inaceitável a posição do governo”, completou.

Notícias relacionadas