Política

Ex-senadores Romero Jucá e Valdir Raupp viram réus da Lava Jato por corrupção

Crimes envolvem contratos entre a Transpetro, subsidiária da Petrobras, e as empreiteiras NM Engenharia e Odebrecht Ambiental

[Ex-senadores Romero Jucá e Valdir Raupp viram réus da Lava Jato por corrupção]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 15 de Junho de 2020 ⋅ 21:30

O ex-senadores Romero Jucá (MDB-RR) e Valdir Raupp (MDB-RO) se tornaram réus em processo da Operação Lava Jato por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. A denúncia foi divulgada hoje (15) pela força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF). Outras quatro pessoas, entre elas o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, também se tornaram rés no processo. A informação foi divulgada pelo G1.

Os crimes envolvem contratos celebrados entre a Transpetro, subsidiária da Petrobras, e as empreiteiras NM Engenharia e Odebrecht Ambiental.

A denúncia aponta que as empresas pagavam propina aos integrantes do MDB, responsáveis pela nomeação e manutenção de Sérgio Machado na presidência da estatal, em troca, ele garantia às empreiteiras a continuidade de contratos e futuros convites para licitações, segundo a denúncia.

Notícias relacionadas