Política

Bolsonaristas atribuem ao general Ramos versões sobre demissão de Weintraub

Ramos é ministro-chefe da Secretaria de Governo; saída de Weintraub é reforçada após sua participação em ato na Praça dos Três Poderes contra o STF

[Bolsonaristas atribuem ao general Ramos versões sobre demissão de Weintraub]
Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 16 de Junho de 2020 ⋅ 21:00

Bolsonaristas radicais atribuem ao general Luiz Eduardo Ramos o vazamento de informações sobre a iminente demissão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, entre outras notícias contrárias a essa ala do governo. Ramos é ministro-chefe da Secretaria de Governo. A informação foi divulgada pela coluna Teles Faria do portal Uol.

Weintraub tem sido apontado como o próximo ministro a ser demitido. O presidente Jair Bolsonaro estaria negociando uma saída honrosa para seu auxiliar.

A participação do ministro, neste final de semana, em ato na Praça dos Três Poderes contra o STF, quando ele reafirmou o que disse na reunião ministerial do dia 22 de abril, em que ataca o STF, teria sido gota d'água para a decisão de afastamento.

Notícias relacionadas