Domingo, 13 de junho de 2021

Política

Bolsonarista, Capitão Alden tenta invadir unidade que atende paciente com Covid-19

Ao Metro1, a assessoria do parlamentar disse que ele foi apenas "fiscalizar" e unidade e que não estava armado

Bolsonarista, Capitão Alden tenta invadir unidade que atende paciente com Covid-19

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Por: Alexandre Galvão no dia 17 de junho de 2020 às 12:09

Deputado estadual da Bahia pelo PSL e ligado ao presidente Jair Bolsonaro, Capitão Alden tentou hoje invadir o Hospital Riverside, em Lauro de Freitas. Na unidade estão pacientes com coronavírus. 

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, a Polícia Militar foi chamada para conter o parlamentar. Ele não teve contato com nenhuma pessoa com a doença. 

Ao Metro1, a assessoria do parlamentar disse que ele foi apenas "fiscalizar" a unidade e que não estava armado.

Secertário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas lamentou a posição de Alden. "A invasão do Hosp. de Campanha Riverside pelo Deputado PM Capitão Alden, ocorrida hoje, indigna toda a Bahia e traz vergonha ao parlamento e à corporação. Melhor se usasse de suas prerrogativas para ajudar a encontrar soluções para o quadro que vivemos".

No último dia 11, Bolsonaro pediu que apoiadores invadissem unidades hospitalares dedicadas ao combate contra o coronavírus e filmem a ocupação dos leitos. 

"[Se] Tem hospital de campanha perto de você, hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso e mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não. Se os gastos são compatíveis ou não. Isso nos ajuda", disse o presidente.

Veja a nota na íntegra de Alden: 

OBRIGAÇÃO DO DEPUTADO ESTADUAL É FISCALIZAR O GOVERNO DO ESTADO

O deputado estadual Capitão Alden mantém seu posicionamento firme quanto às suas atribuições enquanto representante do Poder Legislativo Estadual. O parlamentar é o único entre os 63 deputados estaduais na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) que tem cumprido todas as funções do cargo, especialmente, a fiscalização dos atos do Poder Executivo Estadual. Graças às investigações feitas por Alden diversos processos de aquisições e pagamentos duvidosos foram denunciados, a exemplo do contrato de 2.8 milhões de reais, a denúncia feita ao Ministério Público (MP) e Tribunal de Contas do Estado (TCE), o que resultou na anulação do referido contrato. “Não irei fechar os olhos para irregularidades e tão pouco utilização do momento de pandemia para gastos exorbitantes com supostas desculpas que são para as unidades de saúde”, pontua Alden.

 

TV METRO

Entrevistas

Ana Cristina Batalha

Em 11 de junho de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Bolsonarista, Capitão Alden tenta invadir unidade que atende paciente com Covid-19 - Metro 1