Política

Bolsonaristas dizem que Weintraub ganhou cargo nos EUA para não ser preso

Hoje (19), o ex-ministro escreveu em seu Twitter que está "saindo do Brasil o mais rápido possível (poucos dias)"

[Bolsonaristas dizem que Weintraub ganhou cargo nos EUA para não ser preso]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 19 de Junho de 2020 ⋅ 20:00

A nomeação de Abraham Weintraub para o Banco Mundial não se trata de um prêmio de consolação, mas de uma estratégia do presidente Jair Bolsonaro para tirar o ex-ministro do País e evitar sua prisão pelo Supremo Tribunal Federal, segundo os interlocutores do presidente indicaram nas redes sociais. 

O youtuber Bernardo Küster, um dos alvos do inquérito das fake news, afirmou, em um vídeo, que Weintraub vai exercer um cargo no exterior para "fugir" de ser preso pelo Supremo. "O Supremo já sinalizou que não vai dar moleza para ele quando o mantiveram no inquérito das fake news. O entendimento de muitos é de que a prisão dele vai acontecer, ou ia acontecer, não sei, mais dia, menos dia, e ele, para preservar sua vida e de sua família, ele vai embora do Brasil para fugir dessa perseguição ditatorial que já se instalou no Brasil".

O deputado Luis Philippe de Orleans e Bragança, um dos mais próximos a Bolsonaro, também relacionou a saída do ex-ministro do País ao processo no Supremo. "Agora o Brasil tem um ministro do governo que precisa buscar exílio para não ser preso por falar o que pensa", afirmou.

Hoje (19), o ex-ministro escreveu em seu Twitter que está "saindo do Brasil o mais rápido possível (poucos dias)". Em entrevista à CNN, ele disse que "agora é evitar que me prendam, cadeião, e me matem".

Notícias relacionadas