Política

Cozinheira de acampamento pró-intervenção militar em SP morre de Covid-19

Alexandre Neves é uma das lideranças do acampamento e contou que Geni não foi um caso isolado. Ele e seus companheiros não negam que a covid-19 é perigosa, mas enxergam alarde excessivo na situação com intuito de desestabilizar o presidente

[Cozinheira de acampamento pró-intervenção militar em SP morre de Covid-19]
Foto : Reprodução / Felipe Pereira

Por Metro1 no dia 19 de Junho de 2020 ⋅ 19:02

A cozinheira do acampamento montado em frente a um quartel do Exército em São Paulo que pede "intervenção militar com Bolsonaro no poder", Geni Francisca de Mello, de 72 anos, morreu na sexta-feira da semana passada (12).

Alexandre Neves é uma das lideranças do acampamento e contou que Geni não foi um caso isolado. Ele e seus companheiros não negam que a covid-19 é perigosa, mas enxergam alarde excessivo na situação com intuito de desestabilizar o presidente.

Com Geni, a evolução da doença foi diferente. Ela lutou por mais de um mês na UTI, mas morreu. No último domingo, integrantes do acampamento pediram que os participantes da manifestação em defesa de Bolsonaro fizessem um minuto de silêncio pela memória dela.

Notícias relacionadas