Política

Ex-ministro Silas Rondeau é alvo da Lava Jato em operação contra fraudes na Eletronuclear

Polícia cumpre 17 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão temporária no RJ, SP e DF

[Ex-ministro Silas Rondeau é alvo da Lava Jato em operação contra fraudes na Eletronuclear]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 25 de Junho de 2020 ⋅ 06:57

A força-tarefa da Lava Jato deu início, na manhã de hoje (25), à Operação Fiat Lux, que atua no combate a fraudes na Eletronuclear. O ex-ministro das Minas e Energia Silas Rondeau é um dos alvos da ação. 

Rondeau comandou a pasta de Minas e Energia entre 2005 e 2007, durante governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Justiça expediu 17 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão temporária no Rio de Janeiro (capital, Niterói e Petrópolis), São Paulo e Distrito Federal. 

A Fiat Lux investiga contratos fraudulentos e pagamento de propina na estatal e visa alcançar os responsáveis pelo esquema ilegal, assim como as operações anteriores Radioatividade, Irmandade, Prypriat e Descontaminação. 

Notícias relacionadas