Política

Presidente do STJ atendeu aos interesses do governo Bolsonaro em quase 90% das decisões individuais

João Otávio de Noronha assumirá o comando do STJ, durante o recesso de julho, o que significa que eventuais recursos no caso Fabrício Queiroz podem ser analisados por ele

[Presidente do STJ atendeu aos interesses do governo Bolsonaro em quase 90% das decisões individuais]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 26 de Junho de 2020 ⋅ 16:00

O presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, atendeu aos interesses do governo do presidente Jair Bolsonaro em 87,5% das decisões individuais tomadas no período entre 1º de janeiro de 2019 a 29 de maio deste ano. A informação consta em um levantamento das decisões do ministro, feito pelo Estadão.

Noronha assumirá o comando do plantão do STJ, durante o recesso de julho, o que significa que eventuais recursos no caso Fabrício Queiroz podem ser analisados pelo ministro.

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro é investigado sob suspeita de comandar um esquema de "rachadinha" (desvio do salário de funcionários) no gabinete do filho do presidente na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Notícias relacionadas