Política

Força-tarefa da Lava Jato aciona corregedoria após PGR buscar acesso a dados da operação

Ocaso envolve uma visita, nas últimas da subprocuradora-geral da República Lindora Maria Araújo ao grupo do Paraná. A subprocuradora Lindora Araújo é a coordenadora do grupo da operação no âmbito da Procuradoria Geral da República.

[Força-tarefa da Lava Jato aciona corregedoria após PGR buscar acesso a dados da operação]
Foto : Agência Brasil

Por Metro1 no dia 26 de Junho de 2020 ⋅ 18:23

Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná acionaram a Corregedoria do Ministério Público Federal após uma divergência com a Procuradoria Geral da República (PGR) sobre o compartilhamento do banco de dados da operação.

De acordo com o G1, o caso envolve uma visita, nas últimas da subprocuradora-geral da República Lindora Maria Araújo ao grupo do Paraná. A subprocuradora Lindora Araújo é a coordenadora do grupo da operação no âmbito da Procuradoria Geral da República.

O encontro provocou desentendimento a respeito da transferência de informações sigilosas. O pedido de providências à corregedoria, dizem os procuradores, foi feito "como medida de cautela" e "para prevenir responsabilidades".

Segundo o relato dos procuradores, a chefe da Lava Jato na PGR buscou acesso a procedimentos e bases de dados da força-tarefa “sem prestar informações” sobre a existência de um processo formal no qual o pedido se baseava ou o objetivo pretendido.

Notícias relacionadas