Política

Alvo de desconfianças entre os militares, ministro da Secretaria de Governo vai para a reserva

Responsável pela articulação política do Planalto, Luiz Eduardo Ramos era alvo de críticas por continuar na ativa, mesmo tão próximo do gabinete presidencial

[Alvo de desconfianças entre os militares, ministro da Secretaria de Governo vai para a reserva]
Foto : Antônio Cruz / Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Julho de 2020 ⋅ 08:31

O general quatro estrelas do Exército e ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, foi transferido para a reserva remunerada. A decisão foi publicada na madrugada de hoje (16), no Diário Oficial da União.

Um dos principais estrategistas de Jair Bolsonaro no Planalto, o ministro era visto com desconfiança no meio militar, por manter-se na ativa e ao mesmo tempo estar tão próximo do gabinete presidencial. Segundo a coluna Radar, da Veja, críticos de Ramos avaliavam que ele associava a imagem do Exército às negociatas inerentes ao cargo de articulador político do Planalto junto ao Congresso. Desta forma, havia uma pressão na caserna para que cargos políticos fossem separados das Forças Armadas.

Na segunda-feira (13), militares da ativa e da reserva demonstraram desconforto com críticas do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que acusou o Exército de estar "se associando a esse genocídio" ao manter o general Eduardo Pazuello no comando do Ministério da Saúde.

Notícias relacionadas

[DEM pune deputados que votaram contra aumento do fundo eleitoral]
Política

DEM pune deputados que votaram contra aumento do fundo eleitoral

Por Luciana Freire no dia 13 de Agosto de 2020 ⋅ 19:00 em Política

Os deputados Kim Kataguiri e Alan Rick estão entre os parlamentares que não terão direito a cota de indicação no fundo para seus candidatos no pleito municipal, como os d...