Política

Fachin bloqueia R$ 1,1 mi de Collor em investigação de irregularidades em licença de porto

Operação Quinto Alto da PF cumpriu mandado de busca e apreensão em endereço ligado ao senador; irregularidades teriam ocorrido em 2014 e 2015

[Fachin bloqueia R$ 1,1 mi de Collor em investigação de irregularidades em licença de porto]
Foto : Edilson Rodrigues/Agência Senado

Por Luciana Freire no dia 21 de Outubro de 2020 ⋅ 19:30

Em decisão, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, que autorizou hoje (21) a operação Quinto Alto da Polícia Federal, que cumpriu um mandado de busca e apreensão em um endereço ligado ao senador Fernando Collor, determinou o bloqueio e sequestro de R$ 1,1 milhão das contas de do senador e dos demais envolvidos.

A informação foi divulgada pela TV Globo, que teve acesso a decisão. A operação investiga um esquema de pagamento de propina para a liberação de licenças ambientais no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Paraná. As irregularidades teriam ocorrido em 2014 e 2015.

A operação de hoje é um desdobramento da Operação Politeia, deflagrada em 2015, no âmbito da Lava Jato, quando carros de luxo do senador Collor foram apreendidos.

Notícias relacionadas