Política

Após aproximação de Lula, presidente do PT cobra pedido de desculpas de Ciro

Gleisi nega aproximação e cobra que pedetista se desculpe ao ex-presidente e ao partido

[Após aproximação de Lula, presidente do PT cobra pedido de desculpas de Ciro]
Foto : Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Por Matheus Simoni no dia 30 de Outubro de 2020 ⋅ 14:39

Após a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro Ciro Gomes se encontraram em setembro e fizeram as pazes, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, condicionou a reaproximação entre as duas maiores lideranças da esquerda no Brasil a um pedido público de desculpas do pedetista ao PT. Essa reaproximação foi articulada pelo governador do Ceará, Camilo Santana, que é aliado político de Ciro e de seu irmão, Cid Gomes, no estado.

"Lula é um homem generoso, de coração grande. Mas eu, particularmente, penso que qualquer aproximação com Ciro Gomes passa por um pedido público de desculpas dele ao Lula e ao PT, pelo que ele disse, principalmente ao Lula", afirmou Gleisi.

Ela cobrou o pedido de desculpas após atritos entre Ciro e petistas. Gleisi, que não participou do encontro, ocorrido há um mês no Instituto Lula, em São Paulo, cobrou que os irmãos Ferreira Gomes parassem os ataques contra a candidata do PT à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins.
 

Notícias relacionadas