Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Terça-feira, 21 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Rádio Metropole

/

Filho de Bernadete diz que irmão foi morto por "bloquear" projeto milionário em quilombo: "Tem gente grande por trás"

Rádio Metropole

Filho de Bernadete diz que irmão foi morto por "bloquear" projeto milionário em quilombo: "Tem gente grande por trás"

Binho do Quilombo, como é conhecido, foi assassinado no ano de 2017, com diversos tiros

Filho de Bernadete diz que irmão foi morto por "bloquear" projeto milionário em quilombo: "Tem gente grande por trás"

Foto: Reprodução/Radio Metropole

Por: Metro1 no dia 22 de agosto de 2023 às 10:23

Atualizado: no dia 22 de agosto de 2023 às 11:56

O filho da líder quilombola Mãe Bernadete, Jurandir Welligton Pacífico, revelou que o seu irmão, Flávio Gabriel Pacífico, conhecido como Binho do Quilombo, foi assassinado após se opor à construção de um empreendimento milionário no quilombo Pitanga dos Palmares. A afirmação foi feita durante entrevista a José Eduardo na Rádio Metropole, nesta terça-feira (22).

Binho foi morto no ano de 2017, com diversos tiros, assim como Mãe Bernadete. Na época, ele era o líder do quilombo, que apesar de ser reconhecido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e de possuir certificação da Fundação Palmares, não é titulado. O crime é investigado pela Polícia Federal há três anos, mas até então nenhum suspeito foi identificado ou preso.

“[A polícia] não investiga porque tem gente grande por trás. Tinha um empreendimento de R$ 64 milhões para ser instalado no quilombo e Binho, na militância, bloqueou essa obra. Dois dias depois, ele foi morto”, revelou Jurandir Welligton. 

O quilombola disse ainda que a ausência de respostas sobre a morte do seu irmão, após seis anos, acontece devido ao relaxamento da Justiça. Segundo ele, imagens de câmeras de segurança capturaram o suspeito de cometer o crime, que teria coberto o rosto com uma das mãos.  

"A Polícia Federal, detentora de toda tecnologia, não fez o reconhecimento facial de um assassino? [...] As evidências estão aí. Minha mãe morreu com o sonho de saber quem foi o assassino do filho dela e também foi executada [..] Os poderosos estão por trás disso”, desabafou.

Confira a entrevista na íntegra: