Domingo, 26 de setembro de 2021

Saúde

Para chegar à imunidade coletiva, Brasil precisa vacinar 99% da população, diz cientista

160 milhões dos 162 milhões de brasileiros aptos a receber a vacina precisam ser imunizados

Para chegar à imunidade coletiva, Brasil precisa vacinar 99% da população, diz cientista

Foto: Peter Ilicciev/Fiocruz

Por: Metro1 no dia 14 de janeiro de 2021 às 20:30

Cientistas apontam que, para atingir a imunidade coletiva, o Brasil precisará imunizar quase toda a população apta a receber a Coronavac. Seria necessário, segundo especialistas, a imunização de 99% da população apta a receber a vacina para atingir a imunidade coletiva e, assim, deter a circulação do vírus. 

A informação é do microbiologista Luiz Gustavo de Almeida, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo e do Instituto Questão de Ciência, em entrevista ao jornal Estadão. Segundo Almeida, seriam necessários dez meses para que todos recebessem a primeira dose.

Uma das razões por trás do número é a eficácia do imunizante produzido pelo Butantã e pelo laboratório chinês Sinovac, que é de 50,4%. Por conta do índice, para alcançar a imunidade de rebanho, será necessário imunizar 160 milhões de brasileiros (dos 162 milhões que podem receber a vacina). Inicialmente, os menores de 18 anos não receberão o imunizante.

Vacinas com a eficiência mais alta reduziriam o percentual segundo especialistas. No caso da vacina da Pfizer/BioNtech, por exemplo, cuja eficácia é de 95%, seria necessário imunizar metade do público, 81 milhões de pessoas, em aproximadamente cinco meses. Já para a vacina de Oxford (produzida no país pela Fiocruz e que também deve estar disponível no Brasil), com uma eficácia de 62,1%, o porcentual teria que chegar a 80%. Seriam 129 milhões vacinados em aproximadamente oito meses.

Para chegar à imunidade coletiva, Brasil precisa vacinar 99% da população, diz cientista - Metro 1