Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Ministério da Saúde usa Fiocruz para produção de cloroquina

Para isso, foi gasto o dinheiro público emergencial voltado a ações contra o coronavírus; medicamento não tem eficácia comprovada contra a Covid-19

[Ministério da Saúde usa Fiocruz para produção de cloroquina]
Foto : Carolina Antunes/PR

Por Adele Robichez no dia 11 de Fevereiro de 2021 ⋅ 06:50

O Ministério da Saúde usou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a produção de 4 milhões de comprimidos de cloroquina, remédio sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19. Para isso, foi gasto o dinheiro público emergencial voltado a ações contra o coronavírus. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a reportagem, documentos da pasta com datas de 29 de junho e 6 de outubro mostram a produção pelo instituto do medicamento e do fosfato de oseltamivir (o Tamiflu), também ineficaz contra o vírus segundo estudos, destinada a pacientes com a doença.

Os recursos saíram da Medida Provisória (MP) editada no dia 2 de abril pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Ela abriu uma crédito extraordinário de R$ 9,44 bilhões. Foram destinados à Fiocruz R$ 457,3 milhões.

Notícias relacionadas