Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Vacinas da Pfizer chegam 'mês que vem, mas não sei a quantidade', diz Bolsonaro

Segundo ele, a compra foi possibilitada pelo projeto que autoriza a União a assumir a responsabilidade por eventuais efeitos colaterais dos imunizantes.

[Vacinas da Pfizer chegam 'mês que vem, mas não sei a quantidade', diz Bolsonaro]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Adele Robichez no dia 04 de Março de 2021 ⋅ 14:00

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou hoje (4) que o governo federal assinou o contrato e irá adquirir vacinas da Pfizer contra o coronavírus. Segundo ele, a compra foi possibilitada pelo projeto que autoriza a União a assumir a responsabilidade por eventuais efeitos colaterais dos imunizantes.

"Por que o Pazuello assinou ontem contrato com a Pfizer? A Pfizer é clara, está lá no contrato: não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Então, já que o Congresso falou que pode comprar essa vacina, o Pazuello ontem assinou o contrato. Vamos comprar", disse o chefe do Executivo, em conversa com apoiadores no aeroporto de Uberlândia (MG).

Bolsonaro informou que as doses chegarão em abril, mas ele não sabe quantas. "No mês que vem, não sei a quantidade, mas vai chegar já alguns milhões no Brasil", afirmou o presidente.

Notícias relacionadas