Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Leitos para Covid-19 disponibilizados pelo governo federal diminui mais de 70% entre picos da pandemia

Em julho, primeiro pico, foram disponibilizados 11.565 leitos e agora, quando recordes seguidos de mortes pelo coronavírus são atingidos diariamente, 3.372

[Leitos para Covid-19 disponibilizados pelo governo federal diminui mais de 70% entre picos da pandemia]
Foto : Bruno Cecim / Ag.Pará

Por Adele Robichez no dia 09 de Março de 2021 ⋅ 07:40

A quantidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para o tratamento de pacientes com o coronavírus entregues pelo Ministério da Saúde teve uma queda de 71% entre julho de 2020 ao início de março de 2021. A informação é do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), com base em monitoramento das portarias publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

No mês do primeiro pico da pandemia, foram disponibilizados pelo governo federal 11.565 leitos e agora, quando recordes seguidos de mortes pelo coronavírus são atingidos diariamente, 3.372.

Os hospitais de todas as regiões do Brasil estão em colapso ou com risco de colapso. No dia 1° de março, 19 estados estavam com a taxa de ocupação de UTIs acima de 80%, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

No dia 31 de dezembro, o decreto de estado de calamidade chegou ao fim, o que não permite mais a transferência de recursos além do Orçamento.

Notícias relacionadas