Saúde

Anvisa reclassifica mais de 1.900 agrotóxicos; 600 perdem rótulo de 'extremamente tóxico'

O prazo para que as empresas se adaptem à nova embalagem é de um ano

[Anvisa reclassifica mais de 1.900 agrotóxicos; 600 perdem rótulo de 'extremamente tóxico']
Foto : Pixabay

Por Kamille Martinho no dia 02 de Agosto de 2019 ⋅ 15:20

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou ontem (1º) a reclassificação de 1.924 agrotóxicos registrados no Brasil. Agora, 600 produtos que tinham tarja vermelha no rótulo, que indica maior risco, foram redistribuídos para categorias inferiores.

Os produtos que receberão o título de "extremamente tóxico" (tarja vermelha) ou "altamente tóxico" (vermelha) serão apenas aqueles que levar à morte se ingerido ou entrar em contato com pele e olhos.

Os que podem causar intoxicação, sem risco de morte, levarão a classificação "moderadamente tóxico" (amarela), "pouco tóxico" (azul) ou "improvável de causar dano agudo" (azul).

O prazo para que as empresas se adaptem à nova embalagem é de um ano.

Notícias relacionadas