Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Infestação de dengue, zika e chikungunya em Salvador apresenta redução de 0,5%

Localidade de Fazenda Coutos apresentou o maior índice de infestação, com 8,4%

[Infestação de dengue, zika e chikungunya em Salvador apresenta redução de 0,5%]
Foto : Marcos Santos/USP Imagens

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Outubro de 2019 ⋅ 11:40

Dados divulgados ontem (23) pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) indicam que, entre 30 de setembro e 04 de outubro, houve redução no porcentual de infestação das arboviroses (dengue, zika vírus e chikungunya) em Salvador. O Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) ainda apontou que o Índice de Infestação Predial (IIP) no município teve uma redução de 2,7% para 2,2%, em relação à última pesquisa, realizada em junho.

De acordo com o índice, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente dois apresentaram focos do mosquito. O maior índice de infestação foi registrado na localidade de Fazenda Coutos, que apresentou um índice de 8,4%; seguido do Bairro da Paz, com 5,7%; e Mirantes de Periperi e Nova Constituinte, com 5,3%. A localidade da Fazenda Grande II teve o menor índice, com 0,2%.

As equipes do Centro de Controle de Zoonoses continuam realizando visitas e três equipes extras estão atuando no Subúrbio Ferroviário para combate ao Aedes aegypti e eliminação de eventuais criadouros.

Notícias relacionadas