Saúde

Infectologista orienta uso de máscara e álcool em gel para prevenir a Covid-19

Ele destaca que o álcool em gel é importante para a higienizar as mãos, mas pode também ser substituído pela lavagem adequada das mãos com água e sabão, durante 20 a 40 segundos

[Infectologista orienta uso de máscara e álcool em gel para prevenir a Covid-19]
Foto : Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 24 de Março de 2020 ⋅ 12:16

O médico infectologista Robson Reis tirou dúvidas sobre o uso de álcool em gel e de máscaras cirúrgicas, para prevenção ao coronavírus, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã de hoje (24).

Ele destaca que o álcool em gel é importante para a higienizar as mãos, mas pode também ser substituído pela lavagem adequada das mãos com água e sabão, durante 20 a 40 segundos. 

"O álcool pode ser entre 62% e 71% e, nesse momento, a gente deixa de achismo e tenta trazer o que tem de fato nas publicações científicas. Então o álcool pode ser entre 62% e 71%. É interessante que a gente via, antigamente, só 70%. Depois que o 70% começou a sumir do mercado, começamos a ver outras concentrações", declarou.

Para higienizar superfícies, além do álcool em gel, ele diz que outras soluções podem ser usadas, como a solução de hipoclorito, conhecida como água sanitária, e o peróxido de hidrogênio, conhecida como a água oxigenada. 

Já sobre as máscaras cirúrgicas, a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que sejam usadas por pessoas com sintomas respiratório, que estão tossindo, espirrando e com dor de garganta, para que não possam transmitir a doença para outras pessoas.

"Quando ela fala, espirra e tosse, essas gotículas têm partículas virais e pode transmitir, ou pelo ar, ou quando fala, tocando um microfone, uma bancada, contamina. Não para se proteger, mas proteger as outras pessoas que pode vir a contaminar. A outra situação são os profissionais de saúde ou pessoas que vão ter contato com pessoas suspeitas de alguma doença infectogiosa. Pessoas que tem contato com pacientes de coronavírus devem usar essa máscara", alerta.

Notícias relacionadas

[Anvisa autoriza pesquisa com hidroxicloroquina]
Saúde

Anvisa autoriza pesquisa com hidroxicloroquina

Por Luciana Freire no dia 27 de Março de 2020 ⋅ 21:00 em Saúde

Liberação permitirá, segundo a Anvisa, ao Hospital Israelita Albert Einstein, avançar nas investigações em busca da cura para o Covid-19