Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Infectologista reforça necessidade de isolamento para frear pandemia

"Pecar por excesso, no momento, é oportuno", disse Claudilson Bastos, em entrevista à Rádio Metrópole

[Infectologista reforça necessidade de isolamento para frear pandemia]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Juliana Rodrigues no dia 25 de Março de 2020 ⋅ 12:40

Após a Sociedade Brasileira de Infectologia rebater o discurso do presidente Jair Bolsonaro sobre a necessidade de isolamento para conter a disseminação do coronavírus, o infectologista e professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Claudilson Bastos, reafirmou a importância dessas medidas, em entrevista à Rádio Metrópole, hoje (25).

"Eu sei que estamos em pânico, mas infelizmente precisamos tomar essas atitudes pra fazer com que aquela curva seja menor. Até o pico dessa curva, que como todo mundo já sabe, chega em meados de abril e maio, então a gente tem que aguardar isso, como a China aguardou", explicou.

Bastos também considerou "indevida" a declaração do presidente Bolsonaro e reforçou a recomendação para que sejam seguidas as diretrizes do Ministério da Saúde. "O presidente colocou isso indevidamente, mas a gente tem a esperança de que grande parte da população tenha consciência da importância do isolamento domiciliar e dos cuidados. Vale ressaltar que a gente sabe dos riscos das pessoas assintomáticas, que podem transmitir para pessoas que têm risco. (...) Então, pecar por excesso, no momento, é oportuno", analisou.

Ainda segundo Bastos, o uso de testes rápidos no Brasil será muito importante para que as pessoas saibam se têm ou podem transmitir o vírus, contribuindo para o achatamento da curva, como aconteceu na Coreia do Sul.

Notícias relacionadas