Saúde

Badaró alerta para segunda onda de Covid-19 e elogia iniciativa estadual 

"Um percentual grande dos pacientes com 75% de lesão pulmonar vai precisar de cuidados de fisioterapia"

[Badaró alerta para segunda onda de Covid-19 e elogia iniciativa estadual ]
Foto : Reprodução / Youtube

Por Alexandre Galvão no dia 08 de Julho de 2020 ⋅ 08:35

O médico infectologista Roberto Badaró voltou a alertar para uma possível segunda onda de infecção pelo coronavírus. A doença já matou mais de 66 mil brasileiros e fez mais de dois mil baianos como vítimas fatais. 

“Temos que ter muito cuidado com a reabertura. Precisa de um planejamento rigoroso. Não pode voltar às atividades sem planejamento rigoroso. O vírus ainda vai ficar no nosso meio, não mais como epidemia, mas como endemia, que é muito pior do que essa forma. A endemia vai fazer surtos que a gente vai identificar áreas com muitas pessoas, um volume de casos imenso. Eu não acho que deva se abrir sem planejamento da nova normalidade”, indicou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Badaró elogiou o centro de cuidados com pessoas que já foram acometidas pela doença. O espaço deve ser inaugurado em breve pelo governo baiano. “Queria chamar atenção para algo importante. Primeiro, dizer que aqueles que foram acometidos, e a gente só percebe depois que um familiar falece, é que a gente entende a gravidade dessa pandemia. Tem agora uma nova preocupação. A grande maioria não dos que venceram a doença não terão nada, mas tem um percentual grande dos pacientes com 75% de lesão pulmonar vai precisar de cuidados de fisioterapia, de atenção especializada, multidisciplinar, de profissionais que trabalham na área de pneumologia, com dano pulmonar severo”.

Notícias relacionadas