Saúde

Negação da pandemia é 'mecanismo de defesa do ego', diz psiquiatra

Em entrevista à Rádio Metrópole, Rosa Garcia afirmou que o autocuidado é uma forma de manter a saúde mental em meio ao isolamento

[Negação da pandemia é 'mecanismo de defesa do ego', diz psiquiatra]
Foto : Metropress

Por Juliana Rodrigues no dia 30 de Setembro de 2020 ⋅ 12:59

A psiquiatra e professora universitária Rosa Garcia afirmou, hoje (30), em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, que as tendências negacionistas observadas em parte da população em meio à pandemia de coronavírus podem estar ligadas a um "mecanismo de defesa do ego", o que explicaria, inclusive, as aglomerações registradas em praias e bares no Brasil.

"A negação é um mecanismo de defesa do ego. Você admitir que você pode ficar doente, que pode morrer daquela doença, que alguém de sua família pode morrer também, que essa doença ainda não passou, que não tem previsão... Pra defender o ego, há a negação. Aí as pessoas saem e vão para praias", disse.

Questionada sobre maneiras de lidar com a situação após seis meses de isolamento social, a médica destacou a importância do autocuidado e do bom uso do tempo disponível. "A pessoa tem que viver em estado de ameaça constante, porque não estamos livres ainda, então a ameaça gera ansiedade, depressão... As pessoas deixam de fazer coisas que deveriam fazer. Eu acho que não tem outra alternativa se não aceitar e dispor desse tempo que estamos com a gente para investir em alguma coisa, ter algum objetivo. Tanto de ter um lazer quando ter uma ocupação. O autocuidado deveria ser um dos objetivos nessa pandemia", afirmou.

Notícias relacionadas