Turismo

Estado terá de nacionalizar a TAP 'se privado não aceitar condições'

Ministro da Infraestrutura de Portugal já tinha dito que a proposta do Estado para um empréstimo de até 1.200 milhões de euros foi recusada na última segunda (29)

[Estado terá de nacionalizar a TAP 'se privado não aceitar condições']
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 30 de Junho de 2020 ⋅ 10:50

O ministro das Infraestruturas e da Habitação de Portugal, Pedro Nuno Santos, discutiu hoje (30) no Parlamento do país sobre a situação da empresa aérea TAP Air Portugal, afetada pela crise do coronavírus. Pedro afirmou que "se o [setor] privado não aceitar as condições do Estado português, nós teremos que intervir na empresa, nacionalizar a empresa, sim, ou quer que nós deixemos a empresa cair?".

Na mesma audição, o ministro já tinha dito que a proposta do Estado com as condições para um empréstimo de até 1.200 milhões de euros à TAP foi recusada ontem (29) pelo Conselho de Administração.

Resta agora diálogo com o setor privado para negociar a possibilidade de um investimento. Caso o setor privado não entre em acordo, Pedro Nuno Santos admitiu que o Estado fará "uma intervenção mais assertiva na empresa".

Notícias relacionadas