Vida Alheia

Laudo do IML indica que sertanejo não agrediu esposa; investigação continua

Nesta segunda-feira (13), a delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, afirmou que o resultado do laudo do exame de corpo de delito realizado na mulher do cantor Victor Chaves não apontou lesão corporal. [Leia mais...]

[Laudo do IML indica que sertanejo não agrediu esposa; investigação continua]
Foto : Caio Duran/CDC Shows e Eventos

Por Yasmin Garrido no dia 13 de Março de 2017 ⋅ 14:19

Nesta segunda-feira (13), a delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, afirmou que o resultado do laudo do exame de corpo de delito realizado na mulher do cantor Victor Chaves não apontou lesão corporal.

Na manhã desta segunda, a Polícia Civil chegou a divulgar que as investigações estavam concluídas. No entanto, a delegada ainda solicitou a análise do circuito interno de câmeras do prédio do casal, onde a suposta agressão teria ocorrido. Desta forma, o inquérito deve ser encerrado em 30 dias. Todos os envolvidos já prestaram esclarecimentos.

"Lesão corporal e agressão/vias de fato são coisas diferentes. Empurrões, tapas e posturas que não deixem a vítima lesionada não aparecem no exame de corpo de delito, não deixam vestígios. Agora ele está sendo investigado por agressão/vias de fato", disse a delegada.

A mulher de Victor Chaves, Poliana Bagatini Chaves, que tem 29 anos e está grávida, prestou queixa contra o cantor em fevereiro de 2017, afirmando que foi agredida por ele. O exame foi realizado no Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira. O sertanejo prestou depoimento no último domingo (12) e negou as acusações.

Notícias relacionadas

[João Gordo tem alta da UTI ]
Vida Alheia

João Gordo tem alta da UTI 

Por Metro1 no dia 12 de Agosto de 2019 ⋅ 14:20 em Vida Alheia

Esta é a segunda vez que o cantor é internado por pneumonia neste ano. Ele havia passado três dias na UTI em junho