Vida Alheia

Ratinho e SBT são condenados a indenizar padres em R$ 400 mil por difamação

Uma reportagem de 1999 dizia que um morador de Astorga, no Paraná, largou a mulher para ir morar com o padre que celebrou seu casamento

[Ratinho e SBT são condenados a indenizar padres em R$ 400 mil por difamação]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 18 de Junho de 2019 ⋅ 08:30

O apresentador Ratinho terá que pagar uma indenização a dois padres da cidade de Astorga, no Paraná, por danos morais. Os clérigos receberão R$ 200 mil do apresentador e mais R$ 200 mil do SBT por causa de reportagem falsa veiculada no "Programa do Ratinho" em 1999.
 
A matéria afirmava que um morador da cidade de Astorga havia largado a mulher para ir morar com o padre que celebrou seu casamento. Além da notícia não ser verídica, o programa de Ratinho ainda exibiu a imagem de um outro padre no lugar do religioso local.

POr isso, os dois padres processaram a emissora e ganharam. O Superior Tribunal de Justiça definiu que tanto Ratinho quanto o SBT devem pagar R$ 200 mil de indenização, totalizando R$ 400 mil para a causa.

Notícias relacionadas