Vida Alheia

Leo Dias está proibido pela Justiça de citar o nome de Anitta

O jornalista que vazou áudios da cantora ainda fez questão de desafiar: "Não tenho medo de processo"

[Leo Dias está proibido pela Justiça de citar o nome de Anitta]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 28 de Maio de 2020 ⋅ 08:10

Leo Dias está proibido de citar o nome de Anitta. A medida foi divulgada pela assessoria da cantora e faz parte do processo que ela move contra o jornalista e que corre na 13ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Parte do processo foi divulgado pelo próprio Leo Dias nas redes sociais. “Trata-se de uma publicação covarde, desleal, mentirosa, desmedida e descabida, travestida de matéria jornalística, mas que não contém nenhuma informação de interesse público, ao contrário invade brutalmente a vida privada da autora [Anitta] e sua família, com o único intuito de obter lucro e autopromoção”, diz trecho do documento.

Outro trecho contém: “Diante desse ataque cruel e mesquinho, a autora se viu obrigada a se manifestar nas suas redes sociais para desmentir a absurda publicação, sofrendo de imediato ameaças por parte do Primeiro Réu [Leo Dias], através de mensagens enviadas para o seu celular via aplicação do WhatsApp”.

Sempre desaforado, Leo Dias fez questão de novamente desafiar a artista e afirmar que “não tem medo de processo”, mas que já havia decidido mesmo não falar mais dela, antes da ação. “Anitta, quando você parar de me atacar, eu paro também. Analise bem os danos à sua carreira. Fui muito leal a você e jamais questionei o seu talento. Por conta da ação, o assunto de amanhã é Luan Santana e Ludmilla”, disse.

“Nunca fui a um aniversário dela. Anitta sempre me disse que jamais processaria a imprensa. Essa ação está clara para mim: ela está desesperada com tudo o que eu tenho. Eu lamento ter que expor tudo isso. Mas enquanto existir processo, muitos áudios virão à tona”, finalizou. Vale ressaltar que Leo Dias é autor de uma biografia da funkeira. 

Já Anitta preferiu não tocar mais no assunto.

Notícias relacionadas