Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Irmandade

[Irmandade]
Foto : DIvulgação

Por Mário Kertész no dia 29 de Outubro de 2019 ⋅ 20:26

A nova série brasileira da Netflix, que estreou na última sexta-feira (25), é a recomendação da semana. Com direção de Pedro Morelli, Irmandade se passa nos anos 90, em um presídio, onde acompanhamos a formação de uma facção criminosa.

Durante os oito episódios, o personagem Edson, vivido pelo cantor e ator Seu Jorge, disputa o comando da facção com Carniça, personagem do Pedro Wagner.

Preso há mais de 20 anos, Edson recebe a visita de sua irmã Cristina, que é obrigada pela polícia a trabalhar como informante. Entretanto, na medida em que se infiltra na Irmandade, a moça começa a questionar seus valores sobre a lei e a justiça.

Indicações relacionadas

[A Voz Suprema do Blues]

A Voz Suprema do Blues

Por Matheus Simoni no dia 21 de Dezembro de 2020 ⋅ 09:44

Filme estrelado por Viola Davis mostra último trabalho em vida de Chadwick Boseman, que interpreta o trompista ambicioso Levee

[Marshall: Igualdade e Justiça]

Marshall: Igualdade e Justiça

Por Matheus Simoni no dia 30 de Novembro de 2020 ⋅ 12:11

Em tempos onde se discute a necessidade de ser antirracista, é um filme necessário. 

[Os 7 de Chicago]

Os 7 de Chicago

Por Matheus Simoni no dia 26 de Outubro de 2020 ⋅ 12:34

Novo filme da Netflix, fala sobre um famoso julgamento nos EUA e tem elenco e diretores famosos

[A estreia solo de Ná Ozzetti, em 1988]

A estreia solo de Ná Ozzetti, em 1988

Por Juliana Rodrigues no dia 13 de Outubro de 2020 ⋅ 11:37

No primeiro disco, cantora paulistana projetada no grupo Rumo ergue as bases de sua trajetória ao aliar tradição e modernidade

[O Dilema das Redes]

O Dilema das Redes

Por Mário Kertész no dia 18 de Setembro de 2020 ⋅ 08:15

Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade.