Como o 'Jagged Little Pill' salvou minha adolescência

Quando cheguei à adolescência, ele estava lá: ainda fresquinho e pronto para ser consumido por essa mente que hoje, aos 27 anos, ainda é problemática (imagine aos 17/18)

[Como o 'Jagged Little Pill' salvou minha adolescência]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 28 de Outubro de 2020 ⋅ 13:29

Nasci em 1993. Em junho de 1995, Alanis Morissette pariu o seu maior sucesso — o aclamadíssimo álbum Jagged Litte Pill. Fazendo de conta que sou leonino (e não ariano, como amo ser), eu gosto de pensar que a gente nasceu na mesma época por uma razão. 

Quando cheguei à adolescência, ele estava lá: ainda fresquinho e pronto para ser consumido por essa mente que hoje, aos 27 anos, ainda é problemática (imagine aos 17/18). 

A obra-prima que colocou Alanis para sempre no meu caminho é também a compilação que apresentou a canadense para o mundo. Rebelde, original e muito verdadeiro, Alanis fala de feminismo, relacionamentos que não deram certo e de como isso tudo desgraçou sua cabeça. Perfeito para mim. 

Falando do aspecto mais técnico, o álbum tem vocais poderosíssimos da própria Alanis, que até hoje me emociona quando vai cantar ao vivo faixas como "Perfect" (Clique aqui para ver do que eu estou falando). A composição é outro show à parte. Letras como “You Learn” têm um impacto gigantesco, não tanto pelo ineditismo, mas pela necessidade de se colocar no papel o óbvio – que às vezes é o mais difícil de ser percebido. 

Por tantos e tantos motivos que eu não consigo nem mesmo escrever aqui, o Jagged Little Pill salvou minha vida na adolescência e salva até hoje. Ouço quando estou feliz, triste, angustiado. É um melhor amigo. Alanis é minha terapeuta.

Indicações relacionadas

[Os 7 de Chicago]

Os 7 de Chicago

Por Matheus Simoni no dia 26 de Outubro de 2020 ⋅ 12:34

Novo filme da Netflix, fala sobre um famoso julgamento nos EUA e tem elenco e diretores famosos

[A estreia solo de Ná Ozzetti, em 1988]

A estreia solo de Ná Ozzetti, em 1988

Por Juliana Rodrigues no dia 13 de Outubro de 2020 ⋅ 11:37

No primeiro disco, cantora paulistana projetada no grupo Rumo ergue as bases de sua trajetória ao aliar tradição e modernidade

[O Dilema das Redes]

O Dilema das Redes

Por Mário Kertész no dia 18 de Setembro de 2020 ⋅ 08:15

Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade.